Reparando o Sistema de Arquivos corrompidos do Windows utilizando os comandos SFC e DISM


Reparando o Sistema de Arquivos corrompidos do Windows utilizando os comandos SFC e DISM

A ferramenta incorporada no Windows para verificação de arquivos tem a função de pesquisar e corrigir corrupções em seus arquivos. Se um arquivo tiver sido modificado, ele substituirá automaticamente esse arquivo pela versão correta. Saiba adiante como executar adequadamente na reparação desses arquivos para corrigir anomalias que o Windows esteja causando.

Quando executar esses comandos

Se o Windows estiver apresentando falhas como as famosas telas azuis, os aplicativos estiverem falhando ou alguns recursos do Windows não estiverem funcionando corretamente, existem duas ferramentas de sistema que podem ajudar.

A ferramenta incorporada no Windows para verificação de arquivos (SFC) verificará inconsistências nos arquivos do sistema Windows procurando por corrupção ou qualquer outra alteração. Se um arquivo tiver sido modificado, ele substituirá automaticamente esse arquivo pela versão correta. Como complemento ao comando SFC, também poderá utilizar o comando DISM (Gerenciamento e Manutenção de Imagens de Implantação) no Windows 10 ou no Windows 8 para reparar a imagem do sistema Windows subjacente. No Windows 7 e versões anteriores, a Microsoft oferece uma “Ferramenta de Preparação para Atualização do Sistema” para download.Vamos dar uma olhada em como usá-los.


Executando o comando SFC para reparar arquivos do sistema

Execute o comando SFC para solucionar problemas em um sistema Windows com inconsistências em suas configurações. O SFC funciona procurando e substituindo arquivos do sistema que estão corrompidos, ausentes ou alterados. Mesmo se o comando SFC não reparar nenhum arquivo, executá-lo, pelo menos, confirmará que nenhum arquivo do sistema está corrompido e, em seguida, poderá continuar a solucionar problemas do sistema com outros métodos. É um comando de uso local, devendo ser executado no computador a ser analisado. Se o Windows iniciar normalmente, poderá ser executado a partir de um prompt de comando administrativo. Se o Windows não iniciar normalmente, tente iniciá-lo no Modo de Segurança ou no ambiente de recuperação, inicializando a partir de uma mídia de instalação ou disco de recuperação.

No entanto, se acessar o Prompt de Comando – normalmente, o Modo de Segurança ou o ambiente de recuperação -, usará o comando da mesma maneira. Basta lembrar que, se iniciar o Windows normalmente, precisará abrir o Prompt de Comando com privilégios administrativos. Para fazer isso, clique com o botão direito do mouse no botão Iniciar e selecione “Prompt de comando (Admin)”.

No prompt de comando, digite o seguinte comando e pressione Enter para executar uma verificação completa do sistema e fazer reparos na tentativa de SFC



sfc /scannow







Deixe a janela Prompt de Comando aberta até que o comando seja concluído, o que pode levar algum tempo. Se tudo estiver bem, surgira a mensagem “A Proteção de Recursos do Windows não encontrou nenhuma violação de integridade”.

Se vir uma mensagem “Proteção de Recursos do Windows encontrou arquivos corrompidos mas não conseguiu corrigir alguns deles”, tente reiniciar seu PC no Modo de Segurança e executar o comando novamente. E se isso falhar, você também pode tentar iniciar com sua mídia de instalação ou disco de recuperação, executando o comando a partir daí, neste caso após selecionar o idioma de instalação basta pressionar simultâneamente shift+F10 para surgir uma janela do prompt de comando, por ele executando o SFC.


Execute o comando DISM para corrigir problemas de SFC

Normalmente não é necessário a execução do comando DISM. No entanto, se o comando SFC não for executado corretamente ou não puder substituir um arquivo corrompido pelo correto, o comando DISM – ou System Update Readiness Tool no Windows 7 – poderá às vezes corrigir o sistema Windows subjacente e fazer o SFC ser executado corretamente.

Para executar o comando DISM no Windows 8 e 10, abra um Prompt de Comando com privilégios administrativos. Digite o seguinte comando e pressione Enter para que o DISM verifique se o armazenamento de componentes do Windows está corrompido e corrija automaticamente os problemas encontrados.


DISM /Online /Cleanup-Image /RestoreHealth


Permita que o comando termine a execução antes de fechar a janela do prompt de comando, esse processo pode demorar um pouco. É normal que a barra de progresso permaneça em 20% por um tempo, então não se preocupe com isso.



Se os resultados do comando DISM indicarem que algo foi alterado, reinicie o seu PC e você poderá executar o comando SFC com sucesso.

No Windows 7 e versões anteriores, o comando DISM não está disponível. Em vez disso, você pode baixar e executar a Ferramenta de Preparação para Atualização do Sistema da Microsoft e usá-la para verificar problemas no seu sistema e tentar corrigi-los.


Tente uma restauração do sistema ou reinicialização do sistema

Se ainda estiver com problemas no sistema e os comandos SFC e DISM não ajudarem, tente ações mais drásticas.

Executar a ferramenta Restauração do Sistema, irá restaurar os arquivos, configurações e aplicativos do sistema operacional Windows para um estado anterior. Isso pode corrigir problemas de corrupção do sistema se o sistema operacional também não estiver danificado no ponto anterior quando o ponto de restauração foi criado.

Se tudo mais falhar, sempre poderá recorrer a uma reinicialização do sistema ou à reinstalação do Windows. No Windows 8 e 10, você pode executar uma operação “Redefinir este PC” para redefinir o Windows ao seu estado padrão. Terá a opção para manter seus arquivos pessoais no lugar – embora tenha que reinstalar programas – ou remover tudo e fazer uma reinstalação completa. Seja qual for a escolha, verifiqiue se criou o backup dos seus arquivos primeiro! No Windows 7 e versões anteriores, isso exigirá o uso da partição de recuperação fornecida pelo fabricante do seu computador ou a reinstalação do Windows a partir do zero.



Se encontrar outros erros durante a execução de qualquer um dos comandos abordados, tente pesquisar na web os erros específicos que encontrar. Os comandos geralmente apontam arquivos de log com mais informações se eles falharem – verifique os logs para obter mais detalhes sobre problemas específicos. Em última análise, pode não valer a pena solucionar problemas sérios de corrupção do Windows quando você pode simplesmente redefinir o Windows para seu estado padrão ou reinstalá-lo.


Considerações Finais:

O Windows desde os seus primórdios, quando fincou definitivamente sua liderança como sistema operacional no mundo dos computadores, foi incorporando gradativamente várias ferramentas que permitam executar algumas verificações e reparações em seu sistema para reduzir ou eliminar alguns dos problemas surgidos por instalações incorretas de programas, alterações erradas nas suas configurações ou mesmo por suas próprias atualizações.

Muitas delas não estão visíveis na área de trabalho ou mesmo nas configurações iniciais, por esta razão é importante amparado pela internet, pesquisar por recursos ocultos em suas configurações, mesmo embora a maioria dela seja voltada para o prompt de comando e exista um pouco mais de conhecimento, não é incomum ao pesquisar por aí encontrar exemplos de aplicação para servirem de guia na aplicação para quem está procurando por ajuda.

48 visualizações0 comentário